quinta-feira, 28 de julho de 2011

O amor é paciente - final

Oscar não se interessou em saber quem era, mas adorou saber que o último lacinho inteiro era o que estava no seu bolso.
- Ei moço! Por favor! Aqui eles não têm lacinhos pra me dar. - suplicou a voz, choramingando.
A camisa de força só foi tirada quando já estava no quarto. Ficou sozinho, trouxeram-lhe o café da manhã e ele ficou quase toda parte do dia deitado.
No fim da tarde, finalmente levantou da cama, o formato do seu corpo já havia ficado no colchão, pelo menos a cama era bem pequena. Encostou-se à janela e ficou olhando o jardim, o sol se pondo e todo aquele mundo lá fora, diferente do seu em todos os aspectos.
Bateram a porta, Oscar nada disse, insistiram, de novo sem resposta, então a abriram.
- Desculpe incomodá-lo, mas está moça estava me enlouquecendo - que ironia - pedindo para deixá-la vê-lo - disse uma voz feminina já dentro do quarto.
- Me dá esse lacinho?
Oscar sentiu seu corpo todo arrepiar, seu coração estava sendo segurado apenas pela língua, ele iria pular fora. Não queria se iludir, mas quem mais teria tanta fixação e se importaria tanto com lacinhos de cabelo além dela? Ele mesmo é claro, mas isto não vem ao caso. Com medo de se virar, retirou o laço do bolso traseiro da calça e o envolveu delicadamente com as mãos, dizendo:
- Este laço é para a pessoa mais importante da minha vida.
O céu avermelhado, e o sol fazendo entrar pelo quarto os últimos raios do dia, um silêncio que como de outras vezes queria dizer tanto, mas acabaria sem dizer uma coisa sequer.
Com o medo e a esperança disputando o coração de Oscar, o caminho ficou livre para as lágrimas chegarem a seus olhos, então ele começou a falar, entre pausas e suspiros.
- "Haverá dias difíceis, dias que eu não estarei ai, mas acredite em mim, não importa o que aconteça..."
Entre sua mais longa pausa, esperou uma resposta, e acredite, na casa dos que sonham demais ela veio:
- "...Sempre estarei contigo,e  voltarei, prometo. Espere-me e não desista da gente. Com amor de sua eterna amada."
O restante do bilhete que consolava e o fizera se afogar inúmeras vezes havia sido completado pela mulher que estava atrás dele, o medo de se virar era maior do que a curiosidade. Não precisou muito, sentiu aquela mão macia, leve e pequena o puxando e lá estavam aqueles olhos de novo, frente a frente com os olhos dele.
Quis abraçá-la e dizer muitas coisas, mas apenas olhou para o laço em suas mãos e o colocou no cabelo dela dizendo:
- Estava ansioso para ver como ficaria em você, meu amor.

"O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não sente ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta."
Carta aos Coríntios - trecho

_________________ FIM _________________
Espero que tenham gostado.
Acho que não teve um final propriamente dito,
mas esse é meu mal - rs.
Obrigada a todos.

                                                                                              deia.s

33 comentários:

  1. Oii flor

    Muito lindo o texto

    Passa lá tem post novo
    e retribui o comentário?

    Bjão

    http://meuryss.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Chorei!
    Minha grande Deia, foi mais do que eu esperava. E sim, o amor ESPERA ( eu sei bem disso.)Um dia eles iriam se encontrar... É assim que acontece. E amei o encerramento com esses versículos bíblicos. PARABÉNS ♥

    ResponderExcluir
  3. Nossa, ficou demais *-*
    Ainda bem que Oscar reencontrou sua amada e pode colocar o lacinho no cabelo dela, acho que deve ter ficado lindo.
    Parabéns pelo conto, Deia (:

    PS.: Obrigado pelo selo, adorei

    ResponderExcluir
  4. Não há palavra alguma que possa expressar o quanto eu realmente gostei de toda essa história, de todo o desenrolar, de cada detalhe, de cada fato. Não há palavra que possa expressar o quanto você me surpreende com as suas mais belas palavras ao desenvolver as suas escritas. E quanto ao: "Acho que não teve um final propriamente dito, mas esse é meu mal" - Querida, isso não é mal algum, eu admiro bastante o final que você dá aos seus textos. Eu A-M-E-I! Beijos doces e continue assim (L)

    http://jessicamouraa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Eu esperava tudo, menos um final assim.
    Uau.
    Eu comecei a acompanhar com o trem andando, mas muito, muito bom.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. O amor em sua expansão, é perfeito.
    Felicidades ao recém-antigo casal!
    Ficou muito lindo Deia, eu amei. Parabéns *-*
    Bjsmeus :*

    ResponderExcluir
  7. Déia, que lindooooo!
    Que bom foi acompanhar essa história... dá pra tirar algumas lições em todo seu curso...
    e nada do que é verdadeiro e sincero e grande se acaba...
    mas espera, faz silêncio, se renova e espera a melhor hora pra recomeçar!

    Lindo!
    Adorei o final com Coríntios. É uma das minhas passagens preferidas da Bíblia!

    Parabéns Déia! Linda história!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  8. Adorei o comentário de todas vocês. Que bom que gostaram, mesmo.
    Não tive dúvida do final quando escrevi, mas fiquei com medo de que não agradace, justamente porque nem sempre meus contos tem final.
    A opinião de vocês é bastante importante pra mim! :)

    Flores (F)

    ResponderExcluir
  9. Eu li todas as partes agora e confesso que até me emocionei. Que linda a história, aliás, o que não se torna bonito quando se trata de amor, né mesmo?! Parabéns pelo conto, minha linda. Que venham outros..

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. awnn que lindo! acabei de ler todas as partes e amei. como você escreve bemmm!
    vou aproveitar o coments e já que você escreve deve ler muitos livros, então to sorteando no meu blog qualquer livro da série fazendo meu filme! o link é esse qui ó:

    http://amigasentresegredos.blogspot.com/2011/07/fazendo-meu-filme-surpresa.html

    ResponderExcluir
  11. Ain, que lindo!

    O ruim é que agora é final. =/
    Curiosa para ver seu próximo post.

    Beijos, querida!

    ResponderExcluir
  12. Ola guria, me desculpe pela demora em responder-te...
    Muito obrigada pelas felicitações e com isso, vim dar uma espiadinha no seu espaço! Tudo com muito bom gosto, adorei o texto!

    Beijo, sempre que quiser será bem vinda ao meu blog! Cuide-se

    ResponderExcluir
  13. Valeu a pena esperar pelo final, lindo!
    Chorei bastante, principalmente pelo trechinho que vc colocou no final, fechou com chave de ouro!

    beijos

    ResponderExcluir
  14. Miri, também estou curiosa/ansiosa pelo meu próximo post - rs. :)

    ResponderExcluir
  15. como é bom entrar na net clandestinamente no serviço e ver uma beleza dessa
    texto perfeito
    com ritmo...gostei muito
    ganhou um novo colega de blog bj

    ResponderExcluir
  16. Gente que blog simples e lindo demais. Bom Deia, vim retribuir a visita e amei, já estou seguindo aqui. Parabéns pelo cantinho. Voltarei mais vezes. :D Beijinhoos :*

    ResponderExcluir
  17. Que lindo Deia, adorei este final, nossa, surpreendente mesmo! Fiquei encantada e sem palavras.

    ResponderExcluir
  18. Comentei no início, mas deixei pra comentar agora, no fim!
    Que agonia que eu tava pra saber o que tava escrito no bendito bilhete. rs
    Fiquei feliz que com o fim, ou melhor, o recomeço do Oscar e da Júlia!
    Beijos Deia!

    ResponderExcluir
  19. Bela história! Gostei. (:
    Beijo ^^

    ResponderExcluir
  20. Sem palavras. Confesso que chorei ao ler esta parte. Nossa Deia que coisa tão linda. Me deixa sem palavras sempre. Perfeito, lindo! nossa!!!

    Ps: tbm alimentei seus peixinhos! *-* Adoro esse lugar mesmo mesmo ♥ Queria poder trocar umas palavras contigo acho que seria uma das conversas mais legais da minha vida pq vc é incrível!

    ResponderExcluir
  21. Adorei o final, ficou perfeito mas ficou com um gostinho de quero mais.
    Beijos e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  22. Minhaa querida!
    Obrigada pelo selinho!
    Amei!
    Um lindo domingo pra ti!
    beijo beijo

    ResponderExcluir
  23. Adorei a nova foto deia *--* tah linda
    Gostei dessa parte do texto:
    "...Sempre estarei contigo,e voltarei, prometo. Espere-me e não desista da gente. Com amor de sua eterna amada."
    beijos ♥

    ResponderExcluir
  24. owwwwwwwn que história mais linda *-*
    eu sabia que no final eles iam se reecontrar de novo , o amor supera todas as barreiras \o
    Passa lá?
    http://jooymartins.blogspot.com/
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Nossa lindo... lindo...
    Um final emocionante!
    Parabéns pelo belíssimo texto, me prendeu dá primeira a última parte, amei.
    E o Amor prevaleceu...
    Beijos
    Fica com Deus

    ResponderExcluir
  26. deeia, ficou muito lindo. é triste pensar que virei aqui, e não lerei o próximo capítulo haha
    mas virão outras. adorei mesmo! *-*
    beijos

    ResponderExcluir
  27. meus olhos se encheram de lagriimas :////
    muito lindo , você escreve muito bem menina *-* . parabéns :*, beijos'

    ResponderExcluir
  28. Minha amiga comentou sobre esse texto(sim, ambas lemos seu blog), e eu vim ler. Li desde o primeiro até o final agorinha, e putz garota... cê queria me fazer chorar é?!
    simplesmente lindo.

    ResponderExcluir
  29. Chorei...
    muito lindo.
    Quando se ama de verdade o amor é paciente, espera até o fim.

    ResponderExcluir

"Venha quando quiser: – Tem espaço na casa e no coração."