terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

O aroma estava nela


O cheiro de flor se propagou pela lanchonete, pude até sentir meu café mudando de gosto e ficando mais adocicado, fechei os olhos e tomei dois goles. O cheiro de flor parecia chegar cada vez mais perto, mas enquanto meu cérebro mandava o comando para que meu pescoço virasse e eu pudesse ver de onde vinha o cheiro se foi. Tudo aconteceu muito rápido. Muito Rápido. Imagine, muito rápido. Virei-me para minha mesa e parecia estar perdido, praticamente metade dos meus papeis haviam sido levados pelo vento, vento esse que levou o aroma de flor junto. Mais uns goles de café e enquanto analisava onde meus amontados de planilhas haviam caído pude ver uma menina de uns cinco, ou seis anos no máximo, pisando em cima delas, isso não me pareceu muito agradável e enquanto separava o prato de torradas e o café em um canto para organizar os papeis que ainda ia recolher senti o aroma de novo se propagando pelo ambiente.
- Tudo isso é seu? - Ouvi.
Em questão de segundos notei que o cheiro de flor e a voz vinham da mesma direção, da mesma direção pra onde eu iria me virar nesse exato momento.
- Sim, é tudo meu. Veio um vento não sei de onde e deixou tudo assim. - Respondi.
- Mas foi o vento que deixou essas marcas de sandálias aqui? - Sorriu.
- Ah - sorri -, isso já foi obra daquela coisinha pequena ali. - Vi-me apontando para uma criatura tão doce de tão pequena que estava grudada nas pernas da moça com quem eu falava.
- Óh, foi ela quem fez isso? Peça desculpas Rosa. - Olhou para a pequena Rosa como se estivesse incriminando-a.
- Não, não precisa pedir desculpas. Tenho certeza que ela não fez de propósito. - O que eu havia dito? É claro que ela precisava me pedir desculpas, foram dias de trabalho, foram noites perdidas e inúmeras tentativas, agora estava tudo com a marca do solado da sandália dela.
- Eu fiz de propósito sim. - Disse Rosa com um olhar traquino, e sorriu, sorrimos.
Senhor, acabei me dando conta que a moça com quem falava era deslumbrante! Calçava chinelos de couro e usava um vestido florido. Tinha os cabelos encaracolados soltos e uma flor atrás da orelha. E a pequena do seu lado não era muito diferente, era igualmente linda.
Abaixamos para apanhar as folhas e nossas mãos se tocaram, nossas, digo, a minha e a da moça com cheiro de flor. Agradeci a ajuda e ela sorriu. Voltei ao meu lugar de origem e a moça com cheiro de flor seguiu até o caixa da lanchonete segurando a menina pelo braço. Suspirei mais um pouco do aroma que ela deixou e não pude evitar de levar as mãos até a cabeça quando vi que teria muito trabalho pela frente, muito trabalho para ser refeito. Pedi outro café, coloquei o prato com as poucas torradas que ainda me restavam em cima das planilhas para que elas não voassem de novo. Enquanto caminhava em direção ao banheiro para lavar jogar uma água no rosto, respirei fundo e não senti mais o cheiro de flor. Banheiro encontrado, rosto lavado. Olhando para minha mesa vi que algo colorido fazia uma diferença entre o cinza da própria mesa, o preto da minha caneca de café e o branco do meu prato de torradas, um pouco mais perto o aroma de flor estava envolvendo aquele espaço, ali estava, a flor que a moça usava atrás da orelha estava sobre minhas planilhas e em um pedaço de guardanapo estava escrito: "Peço desculpas pela Rosa, ela sempre me faz passar por situações assim, mas não se engane, ela é uma graça de menina.".
E eu nunca refiz algo com tanto prazer. Nunca refiz algo onde pude por tanto tempo sorrir, olhar pro lado e pensar: não queria que esse dia terminasse. É difícil esbarrar com pessoas assim, com alma linda. Pessoas que deixam aroma de flor por onde passam, e tenho certeza que o cheiro de flor que senti não era única e exclusivamente da flor que ela deixará na minha mesa. O aroma estava nela, e iria com ela pra onde ela fosse.

Siga-me os bons: @quetadeia

49 comentários:

  1. Me impressiono sempre com a delicadeza dos teus textos, Deia! E é incrível, como realmente, há situações simples que inesperadamente nos motivam e nos transformam! São doçuras da vida! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alma boa é alma cheirosa! Adorei, Deia. Feliz aniversário pra você, e mesmo não te conhecendo pessoalmente, sei que sua alma tem cheiro bom também.

      Excluir
    2. Gosto do fato de vocês gostarem de vir aqui, rs. Sempre fico na dùvida sobre as postagens, mas quando leio os comentários sei que não ficou tão ruim, rs.

      Obrigada pelo carinho. E obrigada pelas felicitações lara, querida!

      (F)

      Excluir
  2. Porque o verdadeiro instinto a gente sente, a gente toca. Grande beijo, doce!

    http://sabrinanunees.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, são coisas que a gente sente, toca a alma. Kiss sweet.

      Excluir
  3. A Déia um dia me mata com esses contos viu!
    Senti o cheiro da flor daqui. Estava com saudades, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (risos)
      Que bom que deu pra sentir o cheiro de flor daí.
      Eu que o diga de saudades, saudades de todos daqui. Beijo!

      Excluir
  4. Lindooooo ... coisas que só se sente com a alma.
    beijos querida ***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coisas que só se sente com a alma, exatamente Vanessa. (:

      Excluir
  5. Tudo de bom fica conosco assim como esse aroma..
    É a nossa essência.
    gostei muito do texto Deia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Andressa, tudo de bom a gente sempre guarda, lembra e relembra. Que bom que gostou!

      Excluir
  6. Tão singelo e bonito. Simples,mas, bonito.

    Suzi

    ResponderExcluir
  7. Boa noite...quem sabe não era um Anjo difarçado
    tentando ajuda-lo a praticar a paciencia?
    Anjos de asas escondidas, de alma pura, sempre
    nos observando e nos protegendo...Acredito!
    Abraços e adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe não era um anjo? Muitas vezes eles passam mesmo por nós, felizes os que conseguem notá-los. =)

      Excluir
  8. O começo... O amor sempre cheio de surpresas!
    E, sem dúvidas, eu consegui sentir o cheiro da flor daqui!
    ;D
    Beijoo!

    ResponderExcluir
  9. Preciso mesmo dizer alguma coisa? Lindo, deslumbrante, fantástico. Ahh Deia tudo muito lindo mesmo.

    Abraço de urso. =D

    http://www.contosflordelis.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lisssssssssss, que bom te ver aqui! *-*

      Excluir
  10. Que escrita bontita, moça! Leve, atenta. Gostei do texto e de seu blog lindo!

    ResponderExcluir
  11. Como sempre, arrasou! Muito fofo o texto

    ResponderExcluir
  12. tão lindo meu doce, como tinha saudades de te visitar (: *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estava sentindo sua falta por aqui, querida. Beijo grande.

      Excluir
  13. muito lindo, simples e extraordinário.

    ResponderExcluir
  14. Que blog mais lindo! Tudo aqui é muito leve e você escreve muito bem. Amei tudo. Os textos são lindos e a sua url é fantástica. Estou seguindo sim! Você disse que me segue, mas não apareceu nada. HAHAHA. Enfim.. Parabéns, seu cantinho realmente encanta! Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Preferi por ocultar. Mas quando você entra em um blog, lá em cima tem escrito "Seguir", ao lado de "Compartilhar" e etc. Se não conseguir, me avise, vou dar um jeitinho! E obrigada pela visita também Déia! Beijooo!

    ResponderExcluir
  16. "O aroma estava nela, e iria com ela pra onde ela fosse"

    Que lindo isso. Tão poético.
    Gostei daqui, obrigada pela visita no meu blog também, espero que acompanhe mesmo, pois pretendo fazer o mesmo, hihi.

    Beijos e bom final de semana.

    Kauana Amine

    ResponderExcluir
  17. O tempo passa por todos nós;
    Fica a aroma sensitivo.


    Seguindo-te, moça!
    Obrigada pela visita;
    Seja muito bem-vinda.

    ResponderExcluir
  18. Cada um tem seu aroma especial, não é? Alguns são doces demais, outros na medida certa e outros que até enjoam. Mas o dessa mulher... Tornou-se um mistério gostoso pra mim. ^^

    ResponderExcluir
  19. está lindo! SIGO-TE!
    aqui tens o meu:
    http://my-world-2011.blogspot.com/
    beijinhooos *

    ResponderExcluir
  20. Gostei e muito do pouco do vi do teu blog! Segui, se quiseres segue também o meu :)

    ResponderExcluir
  21. "É difícil esbarrar com pessoas assim, com alma linda"
    Achei uma doçura :) e concordo contigo, mas beleza.

    ResponderExcluir
  22. Algumas pessoas têm rosas no peito - como no desenho abaixo dos seguidores - e transmitem uma energia gostosa para os que estão ao redor.
    E senti a tal energia enquanto deliciava sua literatura.
    Acho que ela me encantou... vou ficar por aqui.

    Divina.
    Beijo doce, ótima semana.

    ResponderExcluir
  23. Pessoas assim existem ainda *-*
    Tenho fé nisso :)
    Muita saudades daqui >.<
    beijo e fica com Deus :*

    ResponderExcluir
  24. Ai, que lindo esse post. Linda história. Você sabe contar com uma suavidade...

    Muit bom, mesmo!!

    Ah, dá uma olhadinha nos meus blogs: http://criticamapaense.blogspot.com/ e http://cantodalianah.blogspot.com/

    Abraços!

    xD

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. Bom texto (; seeguindo. Beijiinhos :*
    @per_feitosparaoamor
    @ferly_victoria
    http://reverseobrlife.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Oiii adorei os eu blog, ele é muito perfeito, os textos tbm, me apaixonei e ja to seguindo, bjos

    Te convido para conhecer o meu blog e se gostar me segue

    http://toquaseprontaprasair.blogspot.com/

    ResponderExcluir

"Venha quando quiser: – Tem espaço na casa e no coração."