quinta-feira, 3 de março de 2011

Procurando inspiração

Eu já estava sentado ali a algum tempo, e nada me trazia inspiração. Por um instante pensei estar perdendo o jeito, talvez esteja, ou talvez seja só a falta de você que me deixa assim, sem ter o que escrever, sentindo um forte vazio que não me aumenta em nada.
Na minha mesa já haviam cinco xícaras de café sujas e um pote de açúcar ainda cheio, fiquei em dúvida se pedia mais um, ou se ao invés disso mandasse trazer a conta. Levantei o dedo para chamar a garçonete quando escutei algo que fez-me virar um pouco a cabeça para olhar de canto de olho o que acontecia.
- O que você ficou fazendo o dia todo fora?
- Querido eu estava fazendo uma coisa muito importante.
- Algo mais importante que nosso aniversário de namoro? Que marcamos de passar juntos?
A moça me parecia tão meiga e singela, não conseguia entender o porque de tanta agressividade da parte do rapaz. Marcar um compromisso e faltar sem avisar não me parece nem um pouco agradável, principalmente se for o aniversário de namoro. Ele deveria se dar por satisfeito em ter alguém para comemorar o aniversário de namoro, e mas uma vez me deparo com a falta que você me faz.
- Sim, acho que é algo tão importante quando isso.
(...)
- Moço, vai querer outro café?
Sem olhar para garçonete, e ainda observando o casal de canto de olho, respondi que sim. Um lindo cabelo encaracolado, preso por uma caneta, e uma linda caixa amarela. Ao menos meus olhos conseguiram notar a caixa que a moça tinha no colo, como o rapaz ainda não havia notado? Era tão bonita, pequena, meiga e fofa.
- Acho que você não anda dando muito valor para nós.
De repente a luz da lanchonete refletiu em uma gota que escorria pelos olhos da moça, e até me fez arder os olhos. Tratei de fecha-los fortemente por um momento. Quando os abri me deparei com a moça entregando a caixa ao rapaz.
- Não me venha com presentinhos agora! (Disse ele atirando a pequena caixa ao chão)
- Mas acho que você deveria ao menos abrir.
- Porque?
Tentei involuntariamente imaginar porque ele deveria tentar abri-la. A menina não tinha notado o quando ele estava sendo grosso, ele não queria nem ao menos ouvir uma explicação. Me pego pensando em você novamente.. Se voltasse pararia para te ouvir mil vezes se fosse preciso.
- Porque está ai o motivo do meu sumiço hoje.
Meu café. Estava ficando frio. Não gosto de café frio. Me virei e em apenas algumas goladas acabei com ele, quando curvei novamente o pescoço o rapaz estava se abaixando e pegando a caixa que atirará no chão. A moça não chorava mas, também não lembro dela ter limpado as lágrimas, elas devem ter secado por si só. Ao invés das gotas salgadas, agora havia um brilho em seu olhar e um sorriso começava a brotar enquanto o rapaz desfazia o laço da caixa amarela. Com uma cara emburrada e nada satisfeito ele deixou que o laço caísse, a garota se abaixou e fez questão de pegá-lo.
Queria agora mas um café, e você comigo, meu bem.
- Amor, abre logo.
Colocou o laço em cima da mesa e levemente a moça passou a mão sobre a barriga. Não seria isso que eu iria imaginar.
- Sapatinhos de bebê?
- Sim, parabéns papai! (Ela sorriu.)
Sem que eu pudesse associar os fatos a realidade vi o rapaz pular de alegria em cima da garota, e um copo de suco foi parar no chão, ele a pegou no colo e a rodopiou por diversas vezes. Ela está grávida, não faça isso! - Foi o que eu pensei em dizer, mas apenas me virei e pedi a moça mas um café, retirei da minha bolsa preta um bloco de notas e escrevi:
"Acho que o que me anda faltando é você como inspiração.
p.s.: Ao chegar em casa escrever algo sobre o casal da lanchonete."

                                                                                      deia.s

24 comentários:

  1. Galeraaaaaaa, desculpa de novo aê!
    Fui escrevendo e acabou que ficou grande demais :/
    Mas acho que tá bacana, ok? rs

    ResponderExcluir
  2. Ei flor, como você tá?
    Gostei do post :)

    Um cheiro.

    ResponderExcluir
  3. Taaai que bom que gostou (:
    Estou na paz, rs
    e você?

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Não tem do que pedir desculpas, ficou perfeito!
    Enquanto li, passou um filme em minha mente, me emocionei aqui. Está de parabéns, muito, muito lindo! grande beijo, Danny.

    ResponderExcluir
  5. Que belo texto, adorei, concerteza uma ótima inspiração.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ual ein? fiquei encantada com o que escreveu, senti a história! bela postagem (= Depois dá uma passadinha no nefelibata que está atualizado *-* http://umprofundosentimento.blogspot.com beijinhossss.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Nossa... vc nem me segue e me oferece Selos...
    mas de qualquer forma, muito obrigada!

    ResponderExcluir
  9. Meninaaaaa, arrasou.. demais , dez , nota dez!!!11
    Saudades, ve se aparece
    Bjks em seu heart, Vanessa Ramos
    maquiagemehtudo.blogspot.com
    @vanenen

    ResponderExcluir
  10. Deia,

    Lindo texto e parabéns pelos selinhos !
    São todos muitos lindos também ... :)

    Obrigada pelo carinho , Adorei!

    BjO Grande.

    ResponderExcluir
  11. Que bom que gostou dos selos *-* bjo.

    ResponderExcluir
  12. O texto é lindo como todos os outros que escreve assim como todo seu blog. Parabéns!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. Sabe sentir 'aquilo'. Não sei explicar. Gosto de contos assim... Aqueles que nos prende sem a gente perceber. Os personagens me fascinaram por completo, e o mais perfeito ainda é que nenhum deles se apresentaram na cena e mesmo assim nos identificamos e sentimos o que cada um passou. Belíssimo, Deia. Como sempre,né!

    ResponderExcluir
  14. Passei pra retribuir a visita!! E teu blog cada dia mais lindo!!!

    Bjo!

    ResponderExcluir
  15. Obrigada pelo selo, Deia. Beijo... =*

    ResponderExcluir
  16. Olá Deia
    Encontrei seu blog pelo do César
    realmente bom os posts e o blog é lindo
    estou a seguir

    http://rgqueen.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Que lindo meu amor, esse foi doido - rs e você sempre me surpreendendo minha gatinha ;]
    te amo mt'

    ResponderExcluir
  18. Obrigada meninas! :)
    Que bom que você gostou amor, sabia que ia adorar esse -rs

    Amo-te (L)

    ResponderExcluir

"Venha quando quiser: – Tem espaço na casa e no coração."