quarta-feira, 25 de maio de 2011

Um agradecimento revestido de chocolate

Minha cabeça parecia que a qualquer momento se faria em pedaços, e alguém com um fita adesiva nas mãos sairia juntando tudo. Mesmo o fato de comprar pão não me agradando muito, resolvi, neste dia, ir lá e comprar.
Entrei no supermercado procurando algo para desviar minha atenção, admito, não precisei procurar muito. Vi um senhor pegar um pacote de bolacha e colocar no bolso, sabia que se não dissesse nada era o mesmo de estar roubando também, mesmo não estando com nada que não fosse meu nos bolsos, a não ser a caneta que peguei com a Lorena hoje cedo, mas isso não conta.
Pensei em fazer ou dizer alguma coisa. Quando não se sabe o que dizer é melhor não dizer nada, assim fiz. Enquanto pensava o senhor já havia ido à sessão de frutas. Caminhei até o fim do corredor e fiquei observando-o. Pegou duas maçãs e colocou dentro da blusa. Ele aproveitou para olhar para os dois lados e eu disfarcei enfiando o rosto dentro do freezer, tirou umas moedas do bolso e as contou, tentei contar junto, de acordo com o que acompanhei eram seis moedinhas. Com as moedas na mão, ele foi até o balcão e pediu a mulher um bombom, eles trocaram os objetos, o senhor despejou sobre o balcão as moedinhas, ela tentou devolver a ele, pelo jeito o bombom não custava tanto, ele disse algo como um "pode ficar com todas".
O senhor saiu do supermercado e eu curiosa que só vendo, o acompanhei - deixando os pães para trás. Na próxima esquina duas crianças esperavam por ele, sujas, mal vestidas e descalças. Do bolso tirou a bolacha. Desabotoando um pouco a camisa xadrez, pode puxar as duas maçãs. Entregou tudo aos pequerruchos que saíram correndo, deixando vastos passos de sorrisos por toda rua.
O dono dos cabelos grisalhos e mau penteados olhou para trás, me escondi atrás de uma árvore qualquer. Continuei seguindo-o.
Em uma praça - a duas quadras do supermercado - ele juntou algumas folhas de jornais que estavam espalhados pelo chão, arrumou-os em cima de um banco qualquer e deitou. Pensei por um bom tempo, por um bom tempo, por um bom tempo, quis ficar por ali mais uma parte deste tempo, para ver o que ainda estava para acontecer. Não pude esperar muito, de repente senti algo molhando minhas pernas, a calçada a qual estava sentada tinha sido encharcada - gente mais sem educação -. Levantei-me dando mais uma olhada para o senhor que continuava deitado, dei as costas para ir embora, quando ouvi:
- Ei moça, faz favor?
O senhor já sentado, fez um leve movimento com as mãos, pedindo para que eu me aproximasse.
- Pois não?
- Tome, guardei para você! - Sorriu-me estendendo a mão calejada que envolvia o bombom.
Um pouco envergonhada agradeci, e antes de ir embora consegui ouvir uma das frases mais sinceras que já me foram ditas:
- Eu que agradeço.
Segurando o bombom com uma das mãos, usei a outra para acenar, senti que sorria por dentro, um sorriso largo com gosto de amanhecer.

                                                                                       deia.s

41 comentários:

  1. Aceite... nem todo mal na vida é tão mal assim

    ResponderExcluir
  2. Ah, que DOCE.
    Que DOCE de texto, Deia!!
    Maravilhoso assim como um bombom rs *-*
    Adorei!
    Saudadeeees ;*

    ResponderExcluir
  3. Seu blog é ótimo muito bacana mesmo.
    vou volta mais vezes
    beijos

    ResponderExcluir
  4. deia, estou com lagrimas nos olhos, me arrepiei inteira. Que lindo! Que texto lindo!
    eu tenho que te agradecer muuito por isso, por me dar o prazer de te ler, Obrigada.

    um beijo!

    ResponderExcluir
  5. gosto de sorrisos largos e ainda mais quando sao de coração, texto lindo..

    ResponderExcluir
  6. Que texto fofo, Deia!
    É sempre um prazer ler o que você escreve ^^

    ResponderExcluir
  7. aaah. Que sabor maravilhoso este texto me trouxe até a boca!
    Que sensibilidade!
    Adorei mesmo. =)

    Não me diga: Obrigada! Pois direi: " eu que agradeço" também! :)

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. lindo demais Déia. sabe o que mais gosto em seus textos? é esta reflexão que eles nos deixa no final.

    ResponderExcluir
  9. Que encanto esse texto.E o final surpreendente.Fiquei o tempo todo imaginando para quem era o bombom se o ato de solidariedade já havia sido feito em relação aos garotos.

    Beijo deia!

    ResponderExcluir
  10. Uau, man aqui no seu blog tem um texto mais lindo do que o outro. *-*
    Super emocionante esse.
    No final, ela percebeu que fez a coisa certa e ainda recebeu uma 'recompensa'.
    Da uma passadinha lá?
    http://jooymartins.blogspot.com/
    Beijoos

    ResponderExcluir
  11. Deia ,


    Que delícia de texto ...
    :)

    Saudades de você , menina.
    Sua foto esta LINDA !
    :)


    Bjo Grande.

    ResponderExcluir
  12. oi flor tão lindo seu texto adorei
    estava sentindo sua falta em meu blog
    hehe
    beijos flor
    tenha um bom restinho de semana
    :)

    andryelle.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. "Há males que vêm para bem" Já dizia aquele velho ditado. rs'
    Texto tão doce de se ler Deia. *--*
    Parabéns pra vc tbm, seu blog é um encanto.
    E vc escreve divinamente bem! ;]

    beeijoca Moça ;*

    ResponderExcluir
  14. OMG, que bacana =D
    Se eu fizer tudo isso você me dá um bombom? .-.

    ResponderExcluir
  15. Eu lhe dou até dois bombons lara! :)

    ResponderExcluir
  16. muito obrigada, também adoro os teus posts *.*

    ResponderExcluir
  17. eu ja falei que amo o teu jeito de escrever? história linda deia, daquelas que puxa o espectador pra dentro. hehe, bjucx :*S

    ResponderExcluir
  18. Me fez chorar Déia, que linda história, linda e doce. Diferente de muitas histórias que vimos por aí né ...
    Grande beeijo!

    ResponderExcluir
  19. oh, muito obrigadaa querida! perdão, eu só vi agora, mas amei. Já postei!

    http://reticencias-nostalgia.blogspot.com/p/blog-page.html

    ResponderExcluir
  20. Adorei o blog, estou a seguir ^^

    ResponderExcluir
  21. Lindo Deia! Me emocionei com o texto
    perfeito como sempre! bjs e tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  22. Intenso! Muito lindo!

    beejo, bom domingo!

    ResponderExcluir
  23. ahh e eu gostei daqui '.'
    seguindo flor (:

    ResponderExcluir
  24. gostei muito, déia.
    as vezes, o silêncio é melhor do que qualquer palavra que justifique uma ação.
    beijos :*

    ResponderExcluir
  25. Adorei querida!
    Beijos meus e uma linda semana pra ti!

    ResponderExcluir
  26. Mais que postagem mais docinha, muito bom deia.s; acompanhei teu crescimento, e bem... Fico orgulhosa até!

    ResponderExcluir
  27. http://www.marketingdeinternet.org/

    Todas estas perguntas nós temos a resposta e podemos construir o caminho para o sucesso da sua empresa. Seja ela um pequeno Bufe numa cidade do interior ou uma grande rede de lojas de varejo que queira ganhar o seu espaço na internet.
    Não temos receitas prontas, nem publicamos livros sobre Marketing de internet porque a internet é algo que muda a todo instante e voce precisa ter o Know How de anos de experência para poder oferecer ao seu cliente resultados concretos e não riscos.

    ResponderExcluir
  28. Que conto mais lindo. Cara, eu amei. Mais sincero que o agradecimento dele foi o meu sorriso após a leitura]. Parabéns, parabéns, parabéns!

    ResponderExcluir
  29. Você escreve muito bem!

    Quero te apresentar meu blog e meu twitter e espero que você goste das minhas palavras, intensidade e sentimentos. *:

    @lluaraQ

    ResponderExcluir

"Venha quando quiser: – Tem espaço na casa e no coração."