terça-feira, 29 de março de 2011

Suportando todo caos

- Por favor, não!
- Amor, é para o seu próprio bem!
- Você quer mesmo fazer algo por mim? - Silêncio - Então me deixe aqui, com você.
Me virei para o rapazes que tentavam acalmá-la e disse apenas:
- Poderiam me deixar a sós com ela?
- Claro. - Se dirigiram a mim em coro.
Sentamos frente a frente na cama - que depois de toda aquela confusão não lembrava nem remotamente a cama que nos acolheu na noite passada -, pensei em milhões de coisas para dizer a ela, sabe quando nos filmes a pessoa esta prestes a passar dessa pra melhor e toda sua vida passa em flashs? Foi assim que me senti, foi assim que aconteceu, admito que não foi a minha vida inteira que passou em minha mente, foi apenas a vida que eu havia construído com ela.
Como pude deixar que chegasse a esse ponto? Sempre me achei um homem tão cuidador e zeloso... Talvez por isso tenho deixado um pouco a "Deus dará".
Passei a mãe em volta dos seus cabelos encaracolados, ajeitando-os. Pressionei levemente minhas mãos contra suas bochechas e ela que até este instante estava olhando para meus pés, ergueu a cabeça e me olhou nos olhos. Não disse uma palavra sequer. Nada a seu favor. Deveria saber que não era necessário, apenas aquele olhar era o suficiente, o suficiente para me fazer lembrar de cada segundo ao seu lado, cada sorriso aberto, cada palavra acolhedora, e principalmente lembrar daqueles planos, daquilo que ainda não vivemos.
Eu não iria abrir mão dela - não mesmo -, não se abre mão de quem se ama.
Já ouvi dizer que o amor supera tudo, nós não passamos nem por um milésimo de tudo.
Tudo bem se eu não poderia dormir tranquilamente a noite, tudo bem se cada dia pra nós seria uma vitória... Tudo bem se o nosso tudo bem fosse bem apenas pra nós dois. Tudo bem.
Enquanto eu ainda pensava na gente ela se levantou. Fiquei com medo, com medo que ela começasse a jogar tudo no chão - de novo -, fiquei com medo que ela fosse correndo em direção a janela. Tive medo que ela se machucasse, também tive um pouco de medo que ela me machucasse - bem pouco -, mesmo assim não tive reação alguma. Ela caminhou em direção a uma escrivaninha velha, puxou a gaveta de vez e consequentemente acabou espalhando os papéis pelo chão, sentou no meio deles como se estivesse procurando algo.
Numa fração de segundos que eu pisquei os olhos ela já estava à minha frente com envelope amarelado nas mãos, e com uma lágrima escorrendo pelos seus olhos.
Peguei-o e abri. Tirei todos os papéis do envelope e espalhei sobre a cama. Estava tudo ali.. Todas as cartas que eu havia endereçado a ela, me senti um monstro, havia um bom tempo que não escrevia mais cartas, coisa que ela adorava receber. No meio das cartas havia alguma coisa colorida, sim era uma das nossas fotos. A gente sempre bancava uma de louco nas fotos, loucos felizes se vocês me entendem.
Aquilo era a gota d'agua. Me dirigi para a porta e falei com os rapazes que estavam esperando para levá-la.
- Me desculpe rapazes, mas ela não irá mais com vocês.
Enquanto eu ainda conversava com eles, senti dois braços envolvendo por trás, e uma cabeça recostando-se nos meus ombros.
- Tudo vai ficar bem amor.
- Promete?
- Eu prometo. - ela disse.
(...)
Nesse dia eu não dormi direito, nem no próximo e nem em nenhum outro dia. Ficava olhando-a.
Eu dava duro no trabalho, em casa, e ela não fazia nada, não que eu esteja reclamando, é claro, eu apenas estava me cansando, não dela, é claro, mas de toda aquela situação ao meu redor.
Apesar dos pesares tudo estava caminhando normalmente - na medida do possível- , finalmente era sexta-feira. Iria ficar todo fim de semana com ela, eu amava isso. Sai mais cedo do trabalho e fui comprar uma coisa pra gente comer. No anoitecer eu já estava em casa, mas depois do que vi não queria mais estar. Tudo estava de pernas p'ro ar, desde a sala até o nosso quarto, passando pela cozinha, banheiro e varanda dos fundos. Ela já estava mais calma, sentada no canto da sala e enrolada em um lençol. Tentei me controlar e perguntar calmamente o que havia acontecido desta vez, o que tinha feito ela dar mais uma crise... Lamento dizer, mas minha reação foi involuntária. Gritei. Falei palavrões. Bagunçei tudo mais do que já estava bagunçado.
Ela não disse nada, apenas se levantou e abriu o pano que estava envolvendo-a. Nele havia uma frase célebre escrita com catchup: "Que a minha loucura seja perdoada. Porque metade de mim é amor.. E a outra metade também!".

                                                      deia.s

48 comentários:

  1. Puta merda, ficou grande, em?
    Mas eu acho que vale a pena ler, quem vai encarar? -q rs

    ResponderExcluir
  2. Amigaaaaaaa ameeei que texto lindo você é que tem facilidade com as palavras amor. que fofo fiquei emocionada na parte que elaa monstra a carta e aparece a foto fofofo.seu blog é tão especial e eu amo bjks teamo amiga.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, quanto tempo eu não venho aqui!
    E sim, vale muuuuito a pena ler, muito lindo, muito lindo mesmo! Mais uma vez parabéns pelo texot, grande beijo, Danny.

    ResponderExcluir
  4. E você com textos grandes e pequenos sempre supreendendo!

    ResponderExcluir
  5. "E quem irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração... E quem irá dizer que não existe razão?!"

    Extasiada! Agora sim EU VI A DEIA.
    Muito bom, escritoora. Muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  6. Deinha o que tenho a dizer? Você sempre mostrando-se "Deia" ;_

    ResponderExcluir
  7. ah eu encaro! encaro hoje, encaro sempre...
    adoro seus textos!

    Um beijo, Déia querida!

    ResponderExcluir
  8. doro! (sempre né!! vc ganhou um selo do meu blog!!!

    ResponderExcluir
  9. Que lindo, adooooro seu blog. Me identifico muitissimo com ele ! Ah, foi voc que criou o texto foi? Lindiiiiiissimo ! Bjs, fique com Deus !

    ResponderExcluir
  10. Obrigada meninas! =)
    Sim amanda, esse e todos os outros são meus mesmo.

    :*

    ResponderExcluir
  11. oiee!
    to aqui invadindo o seu espaço e dizendo que vim para ficar.
    Ameeeeei o textoo, amei o blog!
    Muito boa a forma q manuseia as palavras.
    Forte abraço Deia!

    ResponderExcluir
  12. Suportar certas coisas dói :(
    mas temos que ter coragem e ousadia para superar!

    beijos querida, obrigada pelo carinho,
    és uma linda..

    já estou a seguir-te.

    ResponderExcluir
  13. Nossa!
    Meio que sem fôlego ao término da leitura...Não pelo tamanho do texto e sim pelo tamanho da surpresa!

    Primeira vez por aqui, mas vim para ficar.

    Bjs, Déia

    ResponderExcluir
  14. nossa que lindo seu texto
    amei seu blog tbm ja tow seguindo
    beijos
    :)

    andryelle.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pelo blog minha amada!
    Post perfeito seguindo...

    http://vanessasenabraga.blogspot.com/

    visite me

    ResponderExcluir
  16. lindo texto!!! :D
    beijinhos!
    tô seguindo ^^

    Café com Rebu:
    www.rebucomcafe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Volte sempre, hein :3
    aliás, adorei seu cantinho, muito fofo :3
    beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Eu encarei ! hahahaha
    E adorei !!!!
    Ah, sempre digo a mesma coisa, né?! Mas que culpa eu tenho se adoro sempre?
    Bjos!

    ResponderExcluir
  20. Deia, vc é um talento!
    Texto muito bom!
    E nem é tão grande assim, tá gostoso de ler

    Venha me visitar...
    Bjs
    Borboleta
    www.voandocomborbolletas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Que lindooo Deiaaa.
    Cd me encanto mais e mais com teus textos!!
    BJs

    ResponderExcluir
  22. Tenho um selo pra ti....
    pega aê :)

    http://escrevendoprovento.blogspot.com/p/selo.html

    ResponderExcluir
  23. Nossa, de onde surgiu tanta inspiração!? Parabéns! O texto é simplesmente maravilhoso. Quisera eu ter um homem assima o meu lado.
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  24. Eu queria muito saber escrever contos, assim como vc! Tenho que exercitar esse lado nas minhas palavras. Eu só consigo falar sobre algo do cotidiano, de mim... Mas criar diálogos dessa forma e histórias.. não consigo. Parabéns, está belo e poético.

    Querida,

    Estou participando do concurso que vai eleger o escritor do prefácio do livro do cantor e compositor Leoni.

    O livro chama-se “Manual de sobrevivência no mundo digital”.

    Já escrevi o meu texto e o link é: http://olivreiro.com.br/prefacio_leoni/prefacio/41

    Não há a necessidade de cadastro e nem solicitar email ou senhas. É somente colar o link acima no navegador ou ir no meu blog no último post q tem o link direto pra lá...ler e se for do agrado votar. Somente isso. Os dez mais votados, passarão pela análise do cantor e o escolhido participará do livro final. A votação é até o dia 20/04/2011.


    Conto com Vc!

    ResponderExcluir
  25. Sorria,
    Sempre nos momentos
    de tristeza e angústia
    Para que a alma não se acostume ao sofrimento,
    não se cale em desespero,
    e não adormeça eternamente
    Sorria,
    Para que a vida seja mais bela
    Para que o amor seja mais forte e verdadeiro
    Para que as flores e tudo mais possam fazer sentido
    Sorria
    Sempre que a vida parecer confusa
    Para que as luzes possam brilhar,
    e para que as respostas e soluções possam surgir,
    para os problemas serem mais fáceis de serem resolvidos...
    Sorria
    Em todos os momentos da vida
    Porque o sorriso é um remédio para
    todas as dores, e um meio de se chegar
    a completa e verdadeira Felicidade!

    Tenha um exelente fim de semana de muitas realizações bjos.

    ResponderExcluir
  26. Oi Deia, to passando aqui pra dizer que coloquei o seu cantinho no meu recomendo ok?
    Grande beijo, Danny.

    ResponderExcluir
  27. esses momentos contorcem o estômago.



    =/
    bjsmeus

    ResponderExcluir
  28. Deia, vc cria diálogos, cenários, climas... seus textos tem uma sintonia, dá vontade de lê-los o dia todo :D

    ResponderExcluir
  29. "Tudo bem se eu não poderia dormir tranquilamente a noite, tudo bem se cada dia pra nós seria uma vitória... Tudo bem se o nosso tudo bem fosse bem apenas pra nós dois. Tudo bem.
    "
    me vi nestas frases, nestes caminhos

    ResponderExcluir
  30. Bom sabadão minha lindaa,muita paz farra e curtição aushuahsua bjks.

    ResponderExcluir
  31. Vc é mt lindaa Deia, lindo cm vc escreve...sua imaginação é mt boa rs!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  32. "Que seu amanhecer seja tão doce,
    quanto mel.
    como a menor gota de mar…
    Seus caminhos sejam tão límpidos
    como as águas do mais sonhado riacho…

    Que seus objetivos,sejam conquistados
    Desejo que tua semana seja iluminada,
    cheia de paz saúde e prosperidade.

    Que Sua capacidade seja tão aprovada
    como a alma mais povoada…
    E nosso afeto seja tão verdade
    como é nossa amizade."

    Um grande beijo,tenha uma exelente semana,cheia de novidades e realizações.

    ResponderExcluir
  33. Oi Deia querida...
    Passei pra te desejar uma semana de muita paz, harmonia e tranquilidade.
    Que vc possa fazer diferença na vida de pelo menos uma pessoa essa semana.
    Espero sua visita!
    Bjs
    Borboleta

    ResponderExcluir
  34. Nossa adorei suas postagens,muito encantador mesmo adorei de verdade. Já seguindo aqui Beijos



    http://paulabernardino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  35. oi '
    adorei seu blog
    se puder segue o meu ai '
    moveyoou.blogspot.com
    Beijos ' ( :

    ResponderExcluir
  36. tem um selo pra vc no meu blog: http://gislenenoblog.blogspot.com/2011/03/1-selo.html

    ResponderExcluir
  37. Querida...

    tem selinho no meu blog pra vc!!

    Beijoos
    http://pathyoliver.blogspot.com/2011/04/200-seguidores.html

    ResponderExcluir
  38. Lindo texto Deia.
    A história é envolvente e a citação final é uma das minhas favoritas.

    grande beijo!
    já estou te seguindo também.

    ResponderExcluir
  39. Minha flor passando pra desejar uma linda noite, e dizer que blog ta lindo, belo post, parabéns, Beijos Meus flor

    ResponderExcluir
  40. tu escreves bem demais menina *-* teus textos são lindos !!

    ResponderExcluir
  41. ameeei o textoo, passei só pra dize qi to seguindo ;D vc escreve mt bem e a historia ta otima, parabéns.

    ResponderExcluir

"Venha quando quiser: – Tem espaço na casa e no coração."