quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Pequeno George


Mas que diabos!
Ah, você já está por aqui?
Bom, se fosse você não começaria a ler isso, não vai ser nada agradável, pelo menos pra mim não está sendo. Aliás, meu nome é George, eu tive um dia terrível e meu carro enguiçou. Levei no mecânico e agora estou voltando para a casa a pé, está bom pra você? (Agora você deve estar se perguntando porque eu não peguei o ônibus, ou um táxi, seja lá o que for. Não vou gastar dinheiro com isso, já gastei muito grana comprando um carro, e agora terei que gastar mais grana para consertar o carro que comprei. Mas que grande merda!)
Agora não me pareci tão ruim voltar para casa a pé, se eu ao menos estivesse com sapatos mais confortáveis. Seria legal. Moro bem longe daqui, sim, bem longe de onde estou agora, e .. Ah que droga, você deve estar se perguntando o que foi dessa vez, certo? Não vai querer saber. Tudo bem, está começando a chover. Sim, está começando a chover justo nesta cidade que chuva é tão rara quando ver uma ameba chupando melancia em cima da sua geladeira. Deve-se deduzir que estou sem guarda-chuva, muito bem, estou sem guarda-chuva. Eu não iria adivinhar que justamente hoje ia chover, ia?
Mas não me pareci tão mal, além do mais .. Espere um momento. Pronto. Voltei. Tive que correr, sabe? Da chuva, se lembra? Agora estou dentro de uma cafeteria, sentado com trocentas sacolas ao meu redor (tinha esquecido de mencionar as sacolas), meu cabelo todo molhado, e meu paletó nem um pouco diferente.
- Moça!
- Pois não?
- Me traga um café. Bem forte!
- Um minuto.
Espero mesmo que só demore um minuto. Um café bem forte agora me fará bem.
- Aqui está.
- Ah obrigada.
- Ai, droga!
- Oh, mil perdões Senhor.
- Droga droga droga. Oh não, isso é apenas mais uma obra do destino que conspira contra a minha volta pra casa.
- O café estava bem quente, certo?
- Sim, estava. Aliás me queimou um pouco.
- Perdão novamente.
- Nada, só fez sujar um pouco. Pra onde fica o banheiro?
- Ali, a direita.
Então, o que mais me podia acontecer? Espero que nada, estou cansado, e se mais alguma coisa der errado, meu coração vai tratar de bater bastante acelerado, e isso não será nada legal.
Enquanto me levantei pra ir ao banheiro, alguma coisa em baixo do balcão prendeu meu olhos (que por sinal são azuis), uma criança. A garçonete estava com um criança em baixo do balcão!
- Moça, é seu filho?
- Sim.
- Porque deixa ele em baixo do balcão?
- Está difícil arrumar uma babá pra cuidar dele, sabe?
Na verdade eu não sabia.. Pra falar a verdade, eu não sabia até olhar para ele com mais atenção, ele tinha dobra de pele no canto interno dos olhos, boca pequena, era bem mole pra uma criança daquela idade, tinha mãos e pés pequenos, nariz achatado. Uma criança com síndrome de Down.
- Bom mas, ele deve ser adorável, certo?
- Ah sim, é um ótimo menino.
- Posso ficar com ele enquanto seu turno não termina.
- Que é isso moço, ele fica bem aqui, né filho?
- Não, eu quero ficar com ele, não estou fazendo nada mesmo. Além do mais estou em um dia bem pra baixo. A companhia de uma criança me fará bem.
Segurei em sua mão e fomos até a minha mesa, neste momento o café que estava no meu paletó já havia secado. Conversamos um pouco, perguntei a ele algumas coisas, rimos, contamos piadas, e puxa vida como foi bom estar com ele esse tempo.
- Pronto? Vamos Querido? Obrigada moço por ter ficado com ele!
- Como? Seu turno já terminou? Pensei que fosse até às 10.
- Bom.. Já são 10:30.
- Nossa, e como vou embora nessa chuva?
- Bom.. - ela sorriu - Já parou de chuver a mais de 2 horas.
- É, parece que nós nos demos bem em .. como é seu nome mesmo?
- George, meu nome é George moço.

                                                                                deia.s

22 comentários:

  1. Bom dia pessoinhas :)
    Bom eu não achei bom, e achei também que ficou um pouco grande, sabe? rs
    Mas se alguém teve coragem pra ler e gostou deixa um up.

    *-*

    ResponderExcluir
  2. amei déia! muito interessante!
    perfeito (L)

    ResponderExcluir
  3. azarado igual a uma pessoa que você conhece hein amor ? rsrs' aaaah e ele achou um amuleto né ?
    adoreei amor, imagino de onde veio essa inspiração :]
    Ps:. Eu te amo'

    ResponderExcluir
  4. Ficou legal sim, deia!
    cansou, mas valeu a pena²
    É engraçado como quase sempre encontramos alguém ou algo que nos fortaleça quando tudo parece ir por água abaixo rs ;*

    ResponderExcluir
  5. Bem, algumas coisas inspiram outras coisas, certo amor? rs *-*

    Era uma vez eu e você .. ♥

    ResponderExcluir
  6. Flor, isso é bem verdade.
    Sempre tem uma coisa boa! :)

    haha beijo.

    ResponderExcluir
  7. Own, não sei se estou sensível, ou se realmente me emocionou ... kkk
    ME EMOCIONOU.
    Crianças sempre nos fazem bem, sempre fazem o tempo passar mais rápido ...
    GATOONA, você arrasa a cada post viu?!
    Já sou seguidora neh? Sou fã também!

    ResponderExcluir
  8. obrigada querida.
    já sigo seu blog.

    bjo grande♥

    ResponderExcluir
  9. MARAVILHOSO SEU BLOG! SUCESSO E MUITA PAZ...BJS VISITE: WWW.INSTITUTOEUQUEROPAZ.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  10. Amigaaa amei o post, a florzinha bom vi falei é grande mas se tratando do seu blog só podia ser incrivel o post e eu não estava errada. amei a história. Flor saiba que o que precisar conte comigo tem selinho pra ti no meu blog é o primeiro do post de selos bjooooooooo.

    ResponderExcluir
  11. AAAAAAAAAAAAI, QUE LINDO! Adorei, me emocionei, me tocou. Own *-*
    Lindo, demais.

    ResponderExcluir
  12. Que dia agitado rs. Adorei o post. Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Que bom que vc gostou do meu blog, espero que volte sempre!!! e já estou seguindo aqui tbm.

    Bjus

    ResponderExcluir
  14. Adorei, é lindo. Confesso que na primeira vez que visitei o seu blog fiquei com preguiça de ler o texto todo haha', mas hoje voltei com mais tempo.
    A história é simples e emocionante, vou ler as outras.
    Beijinhos !

    ResponderExcluir
  15. Imaginei que fosse dar preguiça rs
    Que bom que gostou,
    obg a todos *---*

    ResponderExcluir
  16. Up Up Up Mega-UP
    rsrs'
    eeu adoreei o texto *-----*


    beeijos. e obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
  17. Até nos textos você é adorável, menina :*

    ResponderExcluir
  18. Adorável o seu texto. Não apenas esse, na verdade, todos! Parabéns.

    ResponderExcluir

"Venha quando quiser: – Tem espaço na casa e no coração."