sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Estranhamente conhecido - parte 2

O rapaz não teve, nem teria outra reação a não ser se virar e fitar seus olhos nos da garota, se distraindo e fazendo com que as tochas caíssem.
- Cuidado Cara! (Foi o que Kelly escandalizou novamente)
Antes que o ônibus virasse a rua e o cara sumisse do seu campo de visão, ela se deparou com o carro indo de encontro ao malabarista.
Um clima de tensão circulava toda a atmosfera.
Sem saber porque duas gotas salgadas escorreram pela sua face.
E apenas se ouviu o barulho da batida.
(Silêncio momentâneo)
Kelly pode sentir a freada brusca do motorista do ônibus em que ela estava, então tentou passar por entre tantos curiosos que tentavam cada um descer mais rápido que o outro - com sucesso-. Dos degraus do ônibus Kelly pode ver aquela cena que sem explicação coerente estava mexendo muito com ela.
Passos apressados.
Ela nunca correra tão depressa.
Com as mãos à empurrar e abrir caminho por entre os curiosos, assim ela pode chegar frente ao rapaz que estava caído de barriga para cima, com os olhos esbugalhados ela fitou o par de olhos dele - também esbugalhados - e um filme começou a passar pela cabeça do moço, momento estava ensanguentada, era como se ele já à conhecesse.
Kelly se abaixou e assim ficaram com os olhos ainda mais próximos.
- Nós já nos conhecemos? (foi o que muito forçadamente Tom conseguiu sussurrar)
Antes que Kelly processasse e conseguisse conciliar os fatos, para assim responder ao rapaz, foi puxada por um dos braços para trás, então notou um carro branco com luzes em cima à piscar, e uma maca ao lado do rapaz. A ambulância.
Então se dirigiram à ela:
- Vai com o rapaz?
- Como?
- Não vai acompanhá-lo?
- Sim, claro!
Angústia.
Incompreensão.
Ansiedade.
Chegada ao pronto socorro.
Kelly ficará ali sentada esperando notícias, e já havia comunicado seus pais do ocorrido. Cutículas nos dedos das mãos ela não tinha mais. A unha estava quase na carne. O coração estava chegando próxima à garganta...
- Boa noite moça, foi você quem acompanhou o Tom até aqui? (Uma senhora de 50 anos - em média -, com sardas a olhava com lágrimas nos olhos).








Continua .. (deia.s)

18 comentários:

  1. Oiê!!!

    Obrigada pela visitinha. Também curti muito o seu blog (O texto 'Me faço bagaço' é muito bom. Exatamente como estou em sentindo agora, infelizmente...).
    Bjs e bom final de semana pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Nooossa, que foorte! =x
    Que agoniante :\
    Como o Tom está?! Maaaais \ô
    ;*

    ResponderExcluir
  3. Muiito massa, a cada dia imagino algo diferente.
    ´Peerfeito, espero que Tom fique bem.

    ResponderExcluir
  4. Muito linda a história, agora continue a história, to louca pra ve ro final^^
    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Nossa que historia hein Deia.
    Espero continuação.

    ResponderExcluir
  6. Esperando a continuação, futura escritora.

    ResponderExcluir
  7. que lindo nêne , poode por a outra parte ae logo que eu to curiosa pra ler ora, EOIWOEI *-*

    ResponderExcluir
  8. déia.s

    Oláaaa!

    Pela primeira vez estou em teu blog e é lindo!]Estarei te seguindo tbm tah?
    Voltarei mais vezes :)

    Beijos grande!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. aiaiaiaiiai nossaaaaa muitooooo lindo.Quero ver o que vai acontecer,estou esperando ansiosamente
    bjim

    ResponderExcluir
  11. hum bem intrigante hein...curti demais...
    primeira vez aki... adoro fazer amizades novas aki na blogosfera, dividir assuntos e curtir esse mundinho tão especial..jah to seguindoooo vc ganhou uma nova seguidora e fã...
    amiga, importa-se de me seguir tbm e dar aquela força...conto com sua iulustre e carinhosa presença lah no blog...
    Uma bjk no seu coração e fike com Deus...
    Vanessa Ramos
    maquiagemehtudo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Belo texto muito bom mesmo. um presente para você.
    http://freesante.blogspot.com/p/selos.html
    espero que goste. Parabéns e sucesso.

    ResponderExcluir
  13. blog lindo déia *-*
    amei a história *oo*

    ResponderExcluir
  14. Quantos pensamentos,gostei e agora, te seguirei.

    ResponderExcluir

"Venha quando quiser: – Tem espaço na casa e no coração."